0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 11/09/2020 14:03

O Procon Tocantins realizou a operação “CDC na prática” em 102 supermercados na última quinta-feira, 10.  A ação foi realizada nos municípios de Palmas, Paraíso do Tocantins, Gurupi, Araguaína, Dianópolis, Guaraí, Colinas e Tocantinópolis.

Ao todo foram apreendidos 2.128 produtos com prazo de validade vencido.  Destas apreensões, 1.119 foram realizadas em Palmas, 531 em Paraíso do Tocantins, 75 em Gurupi, 83 em Araguaína, 150 em Dianópolis e 170 em Tocantinópolis.

“Esta é uma questão de saúde e o cuidado deve ser ainda maior. Estes produtos em nenhuma hipótese devem ser vendidos, pois estão impróprios para o consumo”, afirma o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana.

Ainda durante a operação, foram lavrados 24 autos de infração, todos por produtos vencidos. Os fiscais também notificaram 10 estabelecimentos por ausência de preço nas mercadorias. As empresas têm 10 dias para apresentar defesa.

Produtos apreendidos

Entre os produtos retirados das prateleiras dos supermercados estavam alimentos, bebidas, cosméticos e produtos de limpeza. “Os fiscais apreenderam extrato de tomate, margarina, mortadela, molho de pimenta, paçoca, cerveja, sucos, amaciante de roupas, sabão em pó, água sanitária, condicionador de cabelo, entre outros”, informa Magno Silva, gerente de fiscalização.

Denúncias

Ao fazer suas compras, o consumidor que deparar com produtos com embalagens comprometidas, em situações precárias de armazenamento e ou validade vencida devem denunciar no Disque Procon 151, ou por meio do Whats Denúncia no (63) 99216-6840. Para formalizar a denúncia é preciso checar bem as informações, apresentar comprovantes e fotos para subsidiar as ações de fiscalização.

Post Anterior

Tocantins não registra mortes em decorrência da Covid-19 na última quinta-feira, 10

Próximo Post

Taxas de juros de empréstimos diminuíram em agosto