0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 31/05/2022 07:37

O diretor-executivo da Polícia Rodoviária Federal, Jean Coelho, foi dispensado. Ele estava no cargo desde maio do ano passado.

A demissão do segundo cargo mais importante da hierarquia da PRF foi publicada hoje nesta terça-feira (31) no Diário Oficial da União e ocorre dias após a morte de Genivaldo de Jesus Santos, dentro de um camburão da corporação. O laudo do IML aponta que o homem, sofreu asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda depois de ser colocado em uma espécie de câmara de gás.

Coelho já ocupou o cargo de superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Santa Catarina e era o homem de confiança de de Silvinei Vasques, o diretor-geral da PRF. Até o momento, seu substituto não foi anunciado.

Post Anterior

Tocantins amplia vacinação contra a Covid-19 com dose de reforço para adolescentes de 12 a 17 anos

Próximo Post

Entrevista de Bolsonaro a Sikêra Jr. chega a perder para a Gazeta no ibope

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.