0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 04/11/2019 16:38

Representantes do Sebrae Tocantins e Maranhão e do governo dos dois estados, prefeitos e empresários dos municípios participam até quinta-feira, 05, da visita técnica com objetivo de viabilizar a integração das rotas turísticas Chapada das Mesas e Jalapão. 

O grupo saiu de saiu de Balsas – MA com destino a São Félix do Tocantins, passando por Mateiros e Ponte Alta do Tocantins. Foram visitados atrativos turísticos como fervedouros e cachoeiras, além de estabelecimentos que compõem os pequenos negócios da região.

Em São Félix, a diretoria executiva do Sebrae MA foi recebida pelo superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes acompanhado da diretora técnica, Eliana Castro e diretor administrativo financeiro, Jarbas Meurer. Os visitantes também foram recepcionados pelas autoridades locais, empresários da governança do trade dos dois estados, além da relatora setorial no turismo para o orçamento do Brasil, senadora Kátia Abreu (PDT).

Para o superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, “as rotas integradas contribuem com a consolidação de um novo roteiro turístico, além de ampliar, diversificar e qualificar os já existentes, propiciando a inserção destes nos mercados nacional e internacional”, explicou acrescentando que a iniciativa estimula a demanda natural de visitantes, atrai novos turistas e alavanca a economia em ambas as regiões.

Sebrae TO e Sebrae MA. Foto: Divulgação.

Jalapão

De acordo com a Agência Estadual de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), um dos principais destinos do estado, o Parque Estadual do Jalapão, apresentou um crescimento de 59% no número de visitantes, recebendo mais de 23,1 mil pessoas em 2018. Além disso, o órgão estadual apontou que quase a totalidade dos turistas que foram conhecer os encantos do Jalapão (99%) são brasileiros. Destes, quase metade são paulistas ou cariocas.

Chapada das Mesas

O Polo Turístico da Chapada das Mesas é composto por dez municípios, estendido territorialmente em grande parte pelo cerrado maranhense, e recebe milhares de turistas todos os anos, principalmente no período que vai de julho a outubro, e os operadores de turismo que atuam na região oferecem passeios e roteiros com as belezas naturais, opções de lazer, aventura e descontração com a maior variedade de produtos e serviços. 

De acordo com dados do estudo econômico elaborado pela Oxford Economic para o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), no Brasil, o Turismo injetou US$ 163 bilhões em 2017, valor equivalente a 7,9% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no ano. (Informações Sebrae Tocantins). 

Post Anterior

Última semana: inscrições para o Vestibular 2020/1 da Unitins terminam quinta-feira, 7

Próximo Post

Eleição suplementar em Lajeado tem data definida pelo TRE-TO; confira calendário eleitoral