Home»Destaque»Novo aumento: preço do gás de cozinha ficará mais caro a partir de domingo

Novo aumento: preço do gás de cozinha ficará mais caro a partir de domingo

Atualizada em: 03/11/2017 19:18

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Publicado em: 3 de novembro de 2017 às 16:14

E os preços não param de subir. Em palmas, o botijão de gás custa entre R$ 85,00 até R$ 88,00. Dependendo do estabelecimento é possível encontrar até de R$83,00. Só que a partir de domingo, 5, esse valor deve aumentar.

É que a Petrobras anunciou que os preços do gás para uso residencial de até 13 kg, devem aumentar em 4,5% nas refinarias, em média. De acordo com a companhia, a causa principal do reajuste é a “alta das cotações do produto nos mercados internacionais, influenciada pela conjuntura externa e pela proximidade do inverno no hemisfério norte”.

Como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, o preço para o consumidor dependerá de cada distribuidora e revendedora. Pelos cálculos da companhia, se a alta for repassada integralmente aos preços finais, o preço do botijão pode ser reajustado, em média, em 2%, cerca de R$ 1,21 por botijão.

O Portal Orla Notícias, entrou em contato com o vice-presidente do Sindicato dos Revendedores e Transportadores de Gás Engarrafado do Tocantins, José Carlos Lima. Ele disse que as revendedoras já foram informadas do aumento.

“Acreditamos que o gás de cozinha deve ficar na casa dos R$ 90,00”, resume.

Esse é o sexto reajuste do ano, o último entrou em vigor no dia 11 de outubro deste ano. O aumento não vale para botijões de uso industrial e comercial.

Em uma revendedora em Palmas, o preço atual é de R$85,00, no entanto, ele não deve permanecer por muito tempo. “Esse valor deve continuar enquanto durar o estoque velho. Depois disso, o valor virá com aumento”, explica o atendente.

Aumento gás industrial 

Também já está valendo o novo reajuste de preços às distribuidoras do gás liquefeito de petróleo (GLP) destinado aos usos industrial e comercial, no percentual médio de 6,5%. O aumento entrou em vigência na última quinta-feira, 02.

Post Anterior

Assembleia aprova transferência de rodovias estaduais para a União

Próximo Post

Iphan faz vistoria em catedral de Porto Nacional tombada pelo patrimônio histórico