Home»Destaque»No júri: “Estão querendo transformar meu filho em bandido, uma justificativa cruel” diz mãe do estudante que foi assassinado por Fábio Pisoni; julgamento deve atravessar a madrugada

No júri: “Estão querendo transformar meu filho em bandido, uma justificativa cruel” diz mãe do estudante que foi assassinado por Fábio Pisoni; julgamento deve atravessar a madrugada

Atualizada em: 25/04/2018 00:17

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+
Fábio Pisoni, hoje com 36 anos, ficou foragido por 5 anos, foi preso 3 vezes, cumpriu três anos de prisão e estava aguardando julgamento em liberdade, concedida pelo STJ – Foto: divulgação

O julgamento de Fábio Pisoni, ainda continua sendo realizado no Fórum de Gurupi, região sul do Estado. Já dura mais 14 horas, onde já foram ouvidas 3 testemunhas de acusação, a vítima da tentativa de homicídio, Leonardo Veloso Melo, em que Fábio também é acusado de ter provocado o ferimento na cabeça do rapaz no dia do crime. E ainda 4 testemunhas de defesa. Fábio foi ouvido por último, por volta das 16 horas.

No final da tarde, foram iniciadas as pronúncias do Ministério Público, do advogado da família de Vinicius, Maxwel Fernandes e ainda os advogados de defesa do acusado, Jorge Barros e Célia Milhomem.

O réu, Fábio Pisoni e os advogados Célia Milhomem e Jorge Barros – Foto: divulgação

Depois de mais um intervalo, por volta das 21 horas, foi reiniciado o julgamento com o momento da réplica e depois a tréplica, onde defesa e acusação continuam debatendo sobre o caso. Só então os jurados devem votar e decidir sobre o caso. A expectativa é de que o resultado do julgamento saia em uma hora.

Foto: Josy Donato / Orla Notícias
Vinicius, estudante de agronomia que foi morto a tiros em Gurupi – Foto: divulgação

Em entrevista a nossa correspondente do portal Orla Notícias, de Gurupi, Josy Donato, a mãe de Vinicius, Solange Duarte, contou sobre a aflição de ter esperado por dez anos até que acontecesse o julgamento do acusado de assassinar seu filho. “Eu sempre lutei para que a justiça fosse feita,mas a parte muito triste é o que está acontecendo, transformar meu filho em um bandido, uma justificativa muito cruel”, contou. O desabafo da mãe de Vinicius, foi sobre a apresentação da defesa do reú, que o tempo todo sustentou que o caso aconteceu em legítima defesa, porque Fábio estaria sendo perseguido, por Vinicius e seus amigos, no dia do crime.

Fábio Pìsoni, durante julgamento nesta terça-feira, 24, no Fórum de Gurupi – Foto: divulgação

Já para a família do acusado, a história prolongada por dez anos, também deixou marcas e mágoas. Itelvino Pisoni, pai de Fábio, em entrevista à correspondente do portal Orla Notícias, Josy Donato, revelou que foram 10 anos de muita tristeza e que abalou emocionalmente toda a família. “Por 10 anos nós andamos na cidade de cabeça baixa, também tem sido muito difícil para nossa família passar por tudo isso, minha esposa não aguentou, veio e teve que ir embora pra casa. Nós acreditamos no resultado positivo para o Fábio, porque a defesa está se embasando nos fatos, nas provas que tem nos autos, e nos fatos do jeito que eles ocorreram. Ao contrário do promotor de acusação, que está inventando fatos sem prova nenhuma. Ficou provado agora o que realmente aconteceu. Que o Fábio fugiu de uma festa, porque ele estava sendo perseguido, isso aconteceu 3 vezes, o estudante provocou meu filho o tempo todo. Ele o grupo deviam estar esperando uma reação do Fábio. Eu sei que eles teriam bebido muito, entendo também que a bebida tirou a racionalidade deles. Eles estavam em seis num carro e queriam pegar o Fábio, bater nele, sei lá o que ia acontecer. Realmente foram atrás, procuraram e a reação foi a que o Fábio teve”, desabafou o pai.

O resultado do julgamento agora está nas mãos dos jurados.

O júri popular composto por 7 jurados, devem decidir sobre a sentença de Fábio Pisoni – Foto: Cintia Portilho

 

Júri popular: essa é sexta vez que o julgamento de Fábio Pisoni é marcado e começa com depoimentos de testemunhas

Post Anterior

Acidente deixa uma pessoa ferida na BR-153, falta de atenção pode ter sido a causa

Próximo Post

Na calada da noite: DOE é publicado com nomeações e quase 3 mil demissões no governo do Estado

1 Comentário

  1. Marcia Rodrigues Alves paixão
    25 de abril de 2018 at 05:50 04504

    Mandei resultado pelo whatzap de vcs desse juri.