0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 20/10/2020 16:43

Nesta terça-feira, 20, os candidatos a prefeita e a vice-prefeito de Gurupi pela Coligação Agora é Hora, Josi Nunes e Gleydson Nato, visitaram o campus local do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) e debateram com professores e o diretor-geral da unidade, Marcelo Terra, propostas que poderão ser viabilizadas com a Prefeitura municipal.

Josi destacou que a instituição poderá integrar a Gestão por áreas de atuação. “Estamos ouvindo a comunidade em vários aspectos e apresentando a nossa proposta de fazer uma Gestão democrática, participativa e integrada, em parceria com as instituições de ensino superior, pois entendemos que elas são essenciais para colocarmos em prática parte daquilo que planejamos.  Faremos, ainda, todo esforço para contribuirmos com a expansão das atividades do IFTO em Gurupi”, assegurou.

Foto: Divulgação/Ascom candidata.

Josi também afirmou que vai intensificar o trabalho com a bancada federal, em Brasília (DF), para fomentar importantes projetos do IFTO. “Essa parceria tem que ser de mão dupla, com todas as instituições colaborando com o processo de gestão e a gestão colaborando com as instituições, crescendo juntas para que todos tenham um resultado positivo no nosso município”, garantiu.

Dentre as parcerias que podem ser firmadas, Josi elencou trabalhos junto à agricultura familiar e também na mobilidade urbana. “Em parceria com os cursos Técnico em Agronegócio e Tecnólogo em Produção de Grãos, queremos investir no apoio à agricultura familiar. Daremos apoio ao homem e à mulher do campo também na questão da compra direta. O município comprará produtos locais para serem utilizadas para abastecer as cozinhas para o preparo da merenda escolar, por exemplo. Podemos, ainda, trabalhar com o curso de Engenharia Civil na questão da mobilidade urbana para que a nossa cidade tenha mais ciclovias, calçadas e seja planejada para que todos possam transitar por ela”, frisou.

Gleydson Nato acrescentou que a parceria vai proporcionar o crescimento de Gurupi com investimento em tecnologia e na formação de profissionais de várias áreas. “Foi uma reunião muito proveitosa porque pudemos ouvir das classes envolvidas de que maneira o Poder Público pode contribuir de forma mais efetiva. Seremos parceiros em todos os momentos, procurando ouvir as demandas e procurando agilizar tudo o que for possível para que possamos trabalhar por uma Gurupi melhor”, destacou.

O diretor-geral do campus do IFTO de Gurupi, Marcelo Terra, afirmou que a reunião com Josi e Gleydson foi proveitosa e convergente. “Foi uma ótima reunião. A candidata expôs as suas ideias e propostas e ouviu as nossas demandas. Acho que algumas foram convergentes e outras a instituição deu uma contribuição no que ela pode fazer caso seja eleita prefeita de Gurupi. A principal demanda que apresentamos foi a questão da área para expansão das nossas atividades. Isso dificulta o IFTO de conseguir desenvolver seus projetos e criar novos cursos”, contou.

“Fizemos ainda a sugestão do Centro de Pesquisa Educacional porque vejo que no município de Gurupi precisamos estudar a situação do aluno desde o ensino fundamental até a pós-graduação. Seria algo que poderia contribuir muito para o desenvolvimento intelectual e profissional da região”, complementou Marcelo Terra.

Post Anterior

Guedes assina acordo para financiamento de exportações americanas que pode chegar a US$ 1 bi

Próximo Post

Eleições 2020: saiba a diferença e os efeitos de votos brancos e nulos