0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 27/02/2020 16:46

Fiscais do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) lavraram 11 autos de infração, que somam R$ 34 mil, contra empresas e guias de turismo que atuavam irregularmente no Parque Estadual do Jalapão. As operadoras estavam sem autorização do órgão ambiental ou com o documento vencido e não poderiam fazer o transporte de turistas no local.

As multas foram aplicadas durante o período de carnaval, entre os dias 22 e 26 deste mês. O principal foco da fiscalização durante o feriado prolongado foi conferir as condições dos veículos que fazem o transporte de turistas para os atrativos do parque. Durante o período de carnaval, o Instituto registrou a presença de pelo menos 1,5 mil visitantes de vários estados brasileiros.

O gerente das Unidades de Conservação, Parques Estaduais e Monumento Natural, Gilberto Iris Souza de Oliveira, alerta que é necessário que todos os motoristas e as empresas que fazem transporte de passageiros para os atrativos geridos pelo Instituto tenham licença e estejam com a documentação em dia.

São aproximadamente 90 operadoras turísticas cadastradas para atuar no parque. O gerente informa também que o turista pode consultar o site do Naturatins (naturatins.to.gov.br) para saber se seu guia ou a empresa contratada para conduzi-lo pelo Parque do Jalapão está em situação regular. As licenças são Necessárias para trafegar nas dunas, na Serra do Espírito Santo e na Cachoeira da Velha.

 

Post Anterior

CNM Qualifica traz ao Tocantins curso sobre Captação de Recursos e  Plataforma + Brasil; ATM incentiva participação

Próximo Post

Palmas e Gurupi recebem encontro com novidades à Empreendedores Digitais e Startups