0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 22/01/2022 17:29

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga , reafirmou neste sábado (22) ser contrário à obrigatoriedade da vacinação contra a Covid. Em visita a Manaus, disse acreditar que o melhor caminho passa pelo convencimento da população sobre a necessidade da imunização.

“Não queremos obrigar as pessoas a tomar a vacina, queremos convencer as pessoas a tomar a vacina. Não precisamos de tanto tensionamento, de discutir tantas questiúnculas pequenas e laterais, quando na verdade precisamos nos unir em torno de um objetivo em comum, que é acabar a pandemia.”

Ele também criticou a obrigatoriedade do passaporte da vacina para a entrada em determinados estabelecimentos:

“Nunca consegui nada com meus pacientes obrigando por lei eles a fazerem as coisas. Sempre foi pelo convencimento.”

Post Anterior

Secretaria da Saúde do Tocantins informa o 644º boletim epidemiológico da Covid-19

Próximo Post

Embaixadores convidam Temer para discutir “rumos do Brasil”