0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 13/05/2019 07:50

Integrantes do movimento Hip Hop de Palmas estão aguardando as discussões que serão apresentadas e os encaminhamentos que serão dados durante a atividade de escuta social proposta pelo Ministério Público Estadual(MPTO) marcada para a próxima quarta-feira, 15, na sede da Instituição, na capital. 

O Portal Orla Notícias conversou com pessoas ligadas ao movimento, que é composto por adolescentes e jovens de vários bairros da cidade. Um deles é o Robson BBoy, da Associação Cultural de Dança Sombras do Hip Hop, que existe há 18 anos na capital.

“A gente quer saber qual é a real proposta que o Ministério Público tem para o movimento”, disse Robson. Ele destaca que é fundamental que, mais do que as discussões, sejam feitos encaminhamentos práticos, “temos várias propostas de projetos de lei, porque não adianta ficar só fazendo discussão”. 

O encontro é organizado pela 21ª Promotoria de Justiça da Capital como parte do projeto CulturaMP, que segundo o MPE é desenvolvido com o objetivo de identificar e debater, com crianças, adolescentes e jovens de escolas públicas, questões sobre violência, racismo e direito à participação, bem como de dar visibilidade à cultura Hip Hop.

Além de integrantes do movimento, também estão sendo convidadas organizações não governamentais, movimentos sociais, instituições acadêmicas e público em geral.

Outro que também participará do encontro é o apresentador do programa Nação Rap e Hip Hop, gerente de Política de Drogas de Palmas, Bruno Mendes. Ele, como Robson, reforçou a importância de aplicação prática das discussões. “A gente deve colocar em ação para podermos ajudar a periferia através do Rap, do Hip Hop”, disse.

Mendes não dança, não canta, mas disse que desenvolve projetos sociais em unidades prisionais e outros espaços, usando a cultura Hip Hop. “Através do Rap a gente tem entrado em locais que não tinha entrado”, disse, por isso, ele acha importante participar das discussões promovidas pelo Ministério Público. 

A cultura Hip Hop é um movimento cultural amplo e diversificado, com ramificações na música, na arte, na dança. Só em Palmas são mais de 30 grupos formados, promovendo discussões, encontros, apresentações e trabalhos sociais. 

Post Anterior

Jardim Taquari recebe “Defensores da Cidadania” neste sábado

Próximo Post

IFTO abre seleção para professores substitutos; Confira detalhes do processo seletivo