0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 04/05/2022 20:50

Os motociclistas são as maiores vítimas de acidentes fatais em Palmas. Segundo dados do Projeto Vida no Trânsito, as ocorrências envolvendo esses condutores correspondem a 61% dos casos, ultrapassando pedestres (17%), ciclistas (9%) e ocupantes de veículos leves (8%).

Para a gerente de Educação Para o Trânsito da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), Kerlen Parrião, as motocicletas oferecem diversos benefícios, como economia, agilidade e facilidade para estacionar, mas também é preciso ter cuidado. “Os motociclistas são parte fundamental do tráfego palmense, mas é necessário que eles se atentem às normas de trânsito para se resguardarem”, destacou ela.

Cuidados simples podem evitar acidentes, por isso, a Sesmu traz algumas orientações aos condutores de motocicletas, dentre elas usar capacete preso ao queixo e viseira abaixada.

Recomendações

– Usar o capacete preso ao queixo, sem folga e com a viseira abaixada, pois diminui os riscos de ferimentos graves

– Respeitar sinalização e velocidade na via onde trafega

– Manter uma distância segura, lateral e frontal, dos outros veículos

– Não usar o celular enquanto pilota

– Usar o vestuário correto como sapato fechado e luvas

– Andar com luzes e faróis ligados

– Não pilotar sob efeito de álcool

Post Anterior

BC sobe juros a 12,75% ao ano, maior nível desde fevereiro de 2017.

Próximo Post

Prefeitura de Palmas inicia recapeamento da Avenida Teotônio Segurado