0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 20/03/2022 18:59

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, revogou neste domingo (20) a decisão que determinava o bloqueio do Telegram em todo o país. Segundo o magistrado, a empresa cumpriu as determinações judiciais que estavam pendentes.

“Diante do exposto, considerado o atendimento integral das decisões proferidas em 17/3/2022 e 19/3/2022, revogo a decisão de completa e integral suspensão do funcionamento do Telegram no Brasil, proferida em 17/3/2022, devendo ser intimado, inclusive por meios digitais – , o Presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Wilson Diniz Wellisch, para que adote imediatamente todas as providências necessárias para a revogação da medida, comunicando-se essa Corte, no máximo em 24 horas”, escreveu Moraes.

Como mostramos, a plataforma apagou uma mensagem do canal oficial de Jair Bolsonaro com um link que permitia baixar documentos do inquérito sigiloso Polícia Federal sobre o ataque hacker ao sistema interno do TSE, em 2018. A exclusão da postagem fazia parte da lista de pendências apontadas pelo ministro.

Post Anterior

Telegram cumpriu 7 das 10 exigências do STF.

Próximo Post

Flamengo vence o Vasco e está na final do Cariocão 2022