0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 05/03/2021 14:57

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) expediu uma Recomendação Administrativa ao Município de Porto Nacional para que sejam adotadas medidas mais rígidas ao isolamento social e sugere que seja determinada a suspensão das atividades não essenciais como forma de controle e prevenção da proliferação do coronavírus.

A recomendação é um desdobramento do procedimento instaurado pela 7ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional, que tem a intenção de acompanhar e fiscalizar as ações adotadas pelo Município para enfrentamento da crise sanitária atual.

O promotor de Justiça Luiz Antônio Francisco Pinto ainda recomenda que seja avaliada a possibilidade da decretação do toque de recolher, que o Município promova a imediata ampliação de leitos clínicos de Covid-19 na Unidade de Pronto Atendimento 24h, com a devida disponibilização de profissionais da saúde, medicamentos e insumos, e a implementação de ações educativas para conscientizar os cidadãos.

Post Anterior

Rock in Rio é adiado para setembro de 2022

Próximo Post

Medidas propostas pela Assembleia garantem direitos e proteção às mulheres