Home»Destaque»“Medida extrema”: TJ derruba decisão e secretário da Saúde permanece no cargo

“Medida extrema”: TJ derruba decisão e secretário da Saúde permanece no cargo

Atualizada em: 17/03/2019 10:26

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Uma liminar concedida neste sábado, 16, garante que o secretário de Saúde, Renato Jayme, permaneça no cargo. A decisão de suspender a decisão de afastar o gestor estadual é do desembargador e presidente do Tribunal de Justiça (TJ), Helvécio de Brito Maia.

 A decisão de afastar o secretário, foi do juiz Manuel de Farias Reis Neto, e determina o afastamento imediato do Secretário Estadual da Saúde por pelo menos 30 dias; determina, ainda, a notificação do Governador do Estado para que este nomeie, em até 24 horas, o novo gestor para responder pela Saúde, bem como cumprir, no prazo máximo de 30 dias, com o que fora determinado na sentença da ACP da oncologia.  

A Procuradoria Geral do Estado na manhã de ontem, entrou com um pedido para suspender o afastamento. O decisão o desembargador  entendeu que afastar o secretário era uma extrema e que agrava ainda mais a situação. Lembrou ainda que a Saúde enfrenta outros problemas. E citou com exemplo, a falta de médicos especializados em ginecologia e obstetrícia.

Post Anterior

UFT abre concurso para professores efetivos; Salários podem chegar a R$ 9,6 mil

Próximo Post

Após chuva forte, ponte sobre o Ribeirão Taquari é interditada