0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 20/04/2018 18:31

A Polícia Civil deflagrou nesta sexta-feira, 20, uma operação de combate à criminalidade em Palmas e Porto Nacional. Os policiais da 1ª Delegacia de Porto Nacional, com o apoio da Delegacia Regional, Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e 3ª Delegacia de Porto Nacional, e o Instituto de Criminalística, cumpriram quatro mandados de busca e apreensão em três endereços na Capital e um em Porto Nacional, contra suspeitos pela prática do crime de corrupção passiva.

Segundo a Polícia Civil, as investigação apuraram a prática de crimes de corrupção passiva, os quais teriam sido cometidos por servidores públicos do Hospital Regional de Porto Nacional, sendo um médico e uma assistente administrativa. De acordo com o levantamentos preliminarmente, os servidores públicos teriam solicitado vantagem indevida (dinheiro) para “urgenciar” os atendimentos cirúrgicos a pacientes do hospital.

Foram apreendidos documentos, equipamentos eletrônicos e R$ 47.800,00 em espécie. Com o objetivo de não prejudicar o andamento das investigações, os nomes dos investigados permanecerão em sigilo.

Post Anterior

Sete detentos do presídio Barra da Grota são indiciados por crime de homicídio com requintes de crueldade

Próximo Post

Teatro Fernanda Montenegro recebe nova apresentação de espetáculo "Sonho de uma noite de verão": galeria de FOTOS