0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 19/05/2022 11:24

Com o consenso obtido em torno de Simone Tebet como cabeça de chapa da aliança entre MDB, PSDB e Cidadania, os caciques partidários agora se dedicam a escolher o melhor nome para ser o vice.

Tasso Jereissati voltou a ser considerado nas conversas. Mas o senador não parece disposto a enfrentar uma campanha eleitoral nacional. Em seu lugar, ganha força o nome da Aécio Neves.

Mas Aécio, derrotado por Dilma Rousseff em 2014, teria que abrir mão de seu plano de voltar à presidência do PSDB, cargo que agrada mais a Jereissati. Eduardo Leite ainda figura como alternativa, embora esteja analisando voltar a disputar o governo do Rio Grande do Sul.

Qualquer solução para esse grupo passa necessariamente pelo enterro da candidatura de João Doria, cada vez mais escanteado dentro do partido.

Post Anterior

ONU reduz expectativa de crescimento da economia global para 3,1%

Próximo Post

Bivar marca lançamento oficial de candidatura para dia 31