0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 19/06/2022 16:29

Segundo Lula, é “triste” que os militares estejam “batendo continência” para Bolsonaro.

“Eu fico triste, [senador Jacques] Wagner, você foi ministro da Defesa. Fico triste quando vejo as Forças Armadas batendo continência para um cara que foi expulso do Exército brasileiro por mau comportamento. Não é possível”, disse Lula, durante ato do PT em Aracaju.

O petista disse que Bolsonaro “não aprendeu nada” enquanto serviu ao Exército.

“Ele é de uma geração, e aqui deve ter muitos companheiros militares, que as pessoas pobres colocavam os filhos para servir o Exército para que o filho aprendesse a ser homem, porque significa que não era boa coisa dentro de casa. E esse cidadão não aprendeu nada, porque foi expulso porque ele queria fazer greve dentro dos quartéis.”

Lula ainda aproveitou o evento para enaltecer sua aliança com Geraldo Alckmin (PSB). Segundo o presidenciável, quando o PT rivalizava com o PSDB, o nível do debate político era muito superior ao dos tempos de Bolsonaro no poder.

“Não é possível a gente imaginar que a gente pode recuperar esse país sozinho. É importante que a gente tenha a sabedoria de trazer junto conosco todas as pessoas que democraticamente querem reconstruir o país. […] Depois de Bolsonaro que saudade dos debates com o Alckmin, com o Serra, com o Fernando Henrique Cardoso, porque a democracia prevalecia naquele momento.”

Até o presente momento, o Palácio do Planalto e o Ministério da Defesa não se manifestaram quanto as declarações de Lula.

Post Anterior

Fachin reitera convite a representante das Forças Armadas para reunião

Próximo Post

Governo federal receberá mais R$ 8,8 bilhões com dividendos da Petrobras

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.