0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/04/2018 15:19

Ela veio do sertão do Ceará para o Tocantins há 11 anos. Casada, teve seus dois filhos já em solo palmense. Hoje, além dos cuidados com a família. Ela divide o seu tempo com a sua profissão de formação, a advocacia e um negócio próprio no ramo da alimentação saudável.

Acha que acabou? Ainda tem mais! Depois de receber o diagnóstico de que seu filho mais velho era autista, ela se juntou a outros pais e, juntos, fundaram a Anjo Azul –  Associação de pais, amigos e profissionais do autismo do Tocantins.

Confira a entrevista completa: 

Post Anterior

Homem é preso no sul do Estado por receptação; PM encontrou com ele um trator roubado avaliado em 450 mil reais

Próximo Post

Tocantins bem representado