0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 16/11/2020 16:02

O turismo no Jalapão foi reaberto em 30 de setembro, após implementação do selo TO Seguro, com protocolos de biossegurança contra a Covid-19 adotados por grande parte dos atrativos, hospedagens, restaurantes e lojas de artesanato dos municípios mais visitados – São Félix, Mateiros e Ponte Alta.

Além disso, os atrativos do Parque Nacional do Jalapão controlados pela Adetuc, em parceria com o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) – Dunas, Cachoeira da Velha/Prainha e Serra do Espírito Santo – passaram a ter acesso permitido mediante agendamento prévio, que deve ser solicitado por guia de turismo, agência de viagens ou condutor registrado no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). A ficha de solicitação deve ser enviada com, pelo menos, 4 dias de antecedência, para o e-mail: [email protected].

Somente no primeiro mês de visitação, as Dunas receberam 3.161 visitantes e a Cachoeira da Velha/Prainha, 2.276 turistas. Com relação aos estados com maior presença na região, São Paulo liderou, com 28,7%, seguido de Rio de Janeiro (11,5%), Tocantins (11%) e Minas Gerais (8,8%).

Dunas são um dos atrativos do Jalapão acessíveis mediante agendamento antecipado. Foto: Adetuc/Governo do Tocantins.

Obras

No início de outubro, foram inauguradas as reformas dos banheiros e a construção de quiosque na Prainha do Rio Novo, na Fazenda Tria Agro; construção de quiosque nas Dunas; proteção e corrimão na Serra do Espírito Santo, no município de Mateiros. Já no município de São Félix, na comunidade do Prata, foi inaugurada uma grande praça de lazer, preparada para atender tanto os moradores locais quanto os turistas.

As obras foram financiadas pelo Banco Mundial, por meio do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS). Juntas, somaram o valor de R$ 1.658.972,01. 

“Já podemos comemorar os resultados de um trabalho intenso, realizado ao longo de 2020, com várias reuniões com as comunidades locais, para a definição dos protocolos que garantiriam a retomada, desenvolvimento de projetos de estruturação física e orientações aos nossos empreendedores”, afirma o presidente da Adetuc e secretário da Sics, Tom Lyra, ressaltando que o governador Mauro Carlesse sempre ressaltou a necessidade da retomada do turismo dentro de um planejamento que contemplasse a tranquilidade e a saúde dos tocantinenses de turistas que já estão movimentando a economia local.

Post Anterior

Covid-19: mais de 150 pessoas receberam alta domiciliar da Covid-19 nesta segunda-feira, 16

Próximo Post

Eleições 2020: ATM aponta renovação em 89 municípios tocantinenses e 50 gestores são reeleitos

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *