0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 21/07/2022 10:26

leite está mais caro para o produtor rural e, consequentemente, para o consumidor. A informação é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que apontou que o novo preço mínimo do litro de leite para o produtor tem variado de 14% a 40%.

Nas regiões sul e sudeste, o preço mínimo foi reajustado em 20,95%, com o litro valendo R$ 1,79. No centro-oeste, com exceção de Mato Grosso, a elevação foi de 39,55%, com o litro a R$ 1,87.

Sergio de Zen, membro da diretoria de política agrícola e informações da Conab, explicou as causas dessas altas.

“Os preços mínimos são calculados com base nos custos operacionais das atividades agrícolas. O objetivo do preço mínimo é manter o produtor na atividade, evitando quebras na produção e, consequentemente, elevações futuras e preços acima do normal pela escassez do produto. Reforçando que esses custos subiram acompanhando a elevação dos fatores de produção, dos insumos usados para produção de lácteos no Brasil”.

Post Anterior

Brasil registra recorde de pessoas que mudaram nome e sexo em cartório

Próximo Post

Defesa de Bolsonaro pede ao TSE que arquive ação sobre discurso de ódio

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.