0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 16/07/2022 19:06

Incêndios florestais atingiram o sudoeste da França e da Espanha neste sábado, forçando milhares de pessoas a saírem de suas casas enquanto as altas temperaturas de verão colocam autoridades em alerta em partes da Europa.

Mais de 12.200 pessoas já foram retiradas da região francesa de Gironda, na manhã deste sábado, enquanto mais de 1.000 bombeiros tentam controlar as chamas, informaram autoridades regionais em comunicado.

“Temos um incêndio que continuará se espalhando enquanto não for estabilizado”, disse Vincent Ferrier, vice-prefeito de Langon em Gironda, durante coletiva de imprensa.

Os incêndios florestais têm devastado a França nas últimas semanas, bem como em outros países europeus como Portugal e Espanha, com quase 10.000 hectares em chamas na região de Gironda neste sábado, contra 7.300 hectares atingidos na sexta-feira.

Na vizinha Espanha, os bombeiros lutam contra uma série de incêndios neste sábado, após dias de temperaturas excepcionalmente altas que chegaram a atingir 45,7ºC.

A onda de calor de quase uma semana causou 360 mortes relacionadas às altas temperaturas, de acordo com dados do Instituto de Saúde Carlos III.

Mais de 3.000 pessoas já foram retiradas de suas casas devido a um grande incêndio perto de Mijas, uma cidade na província de Málaga que é popular entre os turistas do norte da Europa, disseram os serviços de emergência da região em um tuíte mais cedo neste sábado.

Muitos foram levados para abrigos em um centro esportivo da província.

“A polícia dirigiu para cima e para baixo na estrada com suas sirenes ligadas e todos foram instruídos a sair. Apenas sair. Sem instruções para onde ir”, disse o aposentado britânico John Pretty, de 83 anos. 

“É assustador… porque você não sabe o que está acontecendo”, disse o morador belga Jean-Marie Vandelanotte, de 68.

Em outros lugares na Espanha, os incêndios atingiram a região da Extremadura, perto das Casas de Miravete, enquanto helicópteros jogavam água nas chamas que se espalharam por 3.000 hectares. Duas aldeias foram evacuadas, e o parque nacional de Monfrague quase foi atingido pelas chamas.

Também há relatos de incêndio na região central de Castela e Leão e na Galiza, no norte.

Post Anterior

Anitta: “Não autorizo uso de minha imagem para promover o PT”

Próximo Post

Polícia prende parte de bando que usava máscaras da 'Casa de Papel' para roubos