0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/07/2021 15:15

Diferentes estados registraram manifestações de caminhoneiros neste domingo, 25, contra aumentos no preço do óleo diesel. Já a greve nacional que vinha se desenhando nos últimos dias deve ter pouca adesão, pelo menos nesta segunda-feira, 26.

A organização da paralisação é puxada pelo Conselho Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), que pede a garantia do piso mínimo de frete, instituído por lei após a paralisação de 2018 e o fim do preço de paridade de importação no cálculo dos combustíveis vendidos pela Petrobras.

Apesar do CNTRC encabeçar o chamado de grave, nem todas as organizações da categoria manifestaram apoio ao movimento, o que gera incertezas de que haja mobilização corpulenta como a de 2018.

Foto: Divulgação.

Na semana passada, o Ministério da Infraestrutura disse que o CNTRC “não é entidade de classe representativa para falar em nome do setor do transporte rodoviário de cargas autônomo e que qualquer declaração feita em relação à categoria corresponde apenas à posição isolada de seus dirigentes”.

Líderes da categoria acreditam que a adesão pode ganhar corpo ao longo da semana. Ainda assim, o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, não registra compromissos oficiais na agenda nesta segunda-feira ( 26 ).

O Ministério da Infraestrutura e a PRF (Polícia Rodoviária Federal) informaram que, até as 7h30 desta segunda feira ( 26 ), “todas as rodovias federais, concedidas ou sob administração do DNIT [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes], encontram-se com o livre fluxo de veículos”. De acordo com os órgãos, cerca de 20 pessoas realizam manifestação pacífica na entrada do porto de Santos, mas o trânsito permanece liberado.

Segundo o ministério, “PRF reportou ocorrências envolvendo aglomerações às margens de rodovias e algumas tentativas de retenção em 6 Estados”. O órgão informou que as aglomerações foram dispersadas “com a chegada de efetivos da PRF ou de autoridades locais”.

A pasta informou que “o volume de ocorrências é 3 vezes menor do que o registrado no mesmo período do dia 01/02/21, data da última tentativa de mobilização”.

Post Anterior

'Se eu perder o apoio popular, acabou', diz Bolsonaro a apoiadores

Próximo Post

Bolsonaro diz que vetará valor “extra de R$2 bilhões” do fundo eleitoral