0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 12/12/2018 09:20

O Governo do Tocantins recorrerá da decisão do juiz Manuel de Farias Reis Neto, da 1ª Vara da Fazenda e Registros Públicos de Palmas, que determinou o retorno às funções comissionadas de 12 delegados regionais e três servidoras que atuavam na Delegacia de Repressão aos Crimes de Maior Potencial Contra a Administração (Dracma).

Justiça diz que houve tentativa de acobertar atos do governo e determina volta de delegados exonerados

A manifestação foi feita por meio de nota distribuída à imprensa, pela Secretaria de Comunicação. 

Nota oficial

O Governo do Tocantins informa que respeita o posicionamento da justiça, mas irá recorrer da decisão. Há que se deixar claro que nunca ocorreu demissão de nenhum delegado, tão somente, por questões de reestruturação da Secretaria de Estado da Segurança Pública, por ato de exclusiva competência do Poder Executivo, delegados foram exonerados da função administrativa de delegados regionais. Todos continuam delegados e atuantes como tais.

Os atos do Governador do Tocantins foram legítimos e não foram executados somente no âmbito da Segurança Pública, sendo que medidas semelhantes e até mais profundas foram, e estão sendo, aplicadas a todas as pastas que integram a administração direta e indireta do Governo. Tudo para que o Tocantins retome o equilíbrio de suas contas.

O Governo reitera que nenhum inquérito foi paralisado ou sofreu ingerência do Executivo. Ressalta ainda que não irá medir esforços para que os votos de mais de 400 mil tocantinenses sejam respeitados, bem como as decisões tomadas por seu Governador.

Secretaria de Estado da Comunicação Social
Governo do Tocantins

Post Anterior

Papai Noel dos Correios: começam as entregas dos presentes às crianças; Ainda dá tempo de adotar uma cartinha

Próximo Post

Juiz ainda decidirá se médico acusado de matar professora vai a júri popular

1 Comentário

  1. […] Governo tentará derrubar decisão da justiça sobre retorno de delegados regionais […]