0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 02/07/2022 10:06

“Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo.” A célebre afirmação do educador Paulo Freire define bem o papel do saber na vida em sociedade. E os estudantes da região do Bico do Papagaio estão vivenciando essa transformação, impulsionada pela inauguração de uma nova unidade de ensino. Nesta sexta-feira, 1°, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), entregou à população a Escola Estadual de Tempo Integral (ETI) de Araguatins. 
A estrutura do novo prédio abrange mais de 10,5 mil m2 de área construída, onde foram investidos aproximadamente R$ 18,2 milhões. Iniciada em 2013, a obra passou por diversas paralisações, mas foi priorizada e concluída na atual gestão do Governo do Tocantins.
A ETI de Araguatins tem capacidade para atender 750 alunos, distribuídos em 21 salas de aula. Os estudantes terão à disposição sala de música, seis laboratórios, refeitório, sala multiuso, biblioteca, quadra poliesportiva, sala de artes marciais, piscina semiolímpica, vestiários, salas de dança e coral e auditório com camarins e palco.
O secretário da Educação, Fábio Vaz, destacou o trabalho da gestão para garantir a entrega da obra. “Temos compromisso com o dinheiro público, por isso, o Governo do Tocantins acelerou a conclusão de obras que estavam paradas. É uma satisfação muito grande entregar mais uma escola deste nível para as crianças e para toda comunidade escolar. É uma demonstração de que a educação é valorizada no Tocantins. Esta é a terceira ETI que entregamos este mês e a quarta desta gestão”, pontuou.
A nova unidade de ensino vai receber, a partir de agosto, 734 estudantes do 6° ao 9° ano do ensino fundamental da Escola Estadual Aldinar Gonçalves de Carvalho. Uma dessas alunas é  Giovana de Souza Ferreira, 14 anos, que cursa o 8° ano. A adolescente está entusiasmada com a mudança para a nova escola, pois além de dispor de espaço para os ensaios do grupo de dança que faz parte, também poderá desenvolver outras atividades. “Quero fazer natação e me esforçar demais nas aulas de informática. O aprendizado vai ser melhor porque  vou passar mais tempo na escola e menos tempo no celular”, afirmou.
A equipe de servidores e docentes também demonstra motivação com a ampla estrutura da unidade em que irão trabalhar. A professora de Inglês e Artes, Francineide Teixeira da Costa, disse que a expectativa dela e dos colegas é muito grande. “É muito gratificante para nós professores e para toda a comunidade receber uma escola como esta. As salas multifuncionais e de artes vão possibilitar a oferta de disciplinas extras e optativas. Toda a região do Bico do Papagaio ganha com a inauguração desta escola”, comemorou.
Post Anterior

Brasil perdeu a trajetória de crescimento que tinha conquistado, diz diretor da Cepal

Próximo Post

Brasil ganha 4,3 milhões de eleitores desde 2020