0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 30/06/2022 07:51

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), entregou nesta quarta-feira, 29, a sede própria do Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE) Márcia Dias Costa Nunes, em Palmas. Foram investidos R$ 364,4 mil com reparos gerais, revitalização das dependências internas e pintura geral do prédio. 

Atualmente o CAEE atende 104 estudantes, entre crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiência. São realizadas ações educacionais voltadas para atender as especificidades de cada pessoa, buscando diminuir as barreiras de acessibilidade no contexto educacional. 

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, destacou a importância de promover ações para a inclusão e o desenvolvimento dos alunos especiais. “Esse ambiente é para cuidado, para que essas crianças, jovens e adultos evoluam, para que eles se sintam cada vez mais incluídos na sociedade, que eles não fiquem tristes. Esse é um investimento maravilhoso”, declarou. 

Segundo o secretário da Educação, Fábio Pereira Vaz, esse é o primeiro centro do Tocantins que realiza atendimento especializado. “Aqui será um grande laboratório para muitas outras unidades no Estado. Sabemos que Palmas tem hoje a maior demanda, mas, com a experiência dos servidores e professores deste centro, nos levaremos daqui para outras cidades essa bela iniciativa. Fico muito feliz em ver a educação inclusiva ser tratada como prioridade”, completou. 

A empresária e mãe Cleide Pereira Brito parabenizou a obra e ressaltou a importância do centro. “Esse local é muito importante para os nossos filhos que estudam, para a vida deles. Ficou muito bonito, gostei de estar participando dessa inauguração. É um privilégio para os nossos filhos”, comentou ao relatar que seu filho, com deficiência auditiva, estuda na unidade há três anos. 

A alegria é em dobro para Juliana de Cassia Almeida, que além de ser mãe de uma jovem com deficiência múltipla, também atua no CAEE como pedagoga especialista em educação especial. “A demanda tem aumentado e essas crianças, jovens e adultos, esses alunos em geral, precisam de atenção e atendimento em lugares públicos, que quase não tem em Palmas. Eles precisam de um local adaptado, com equipamento e profissionais especializados. Para mim é riquíssimo esse momento como mãe e profissional”, explicou.

Dayz Campelo Siqueira é mãe de uma criança surda e intérprete de Libras. Ela parabenizou a melhoria na unidade e afirmou que o trabalho deve continuar. “Torcemos para que as melhorias continuem e fico feliz pela ampliação do espaço. Acredito que vão vir mais profissionais e especialidades para melhorar o desenvolvimento do centro e das crianças”, comentou. 

O evento teve a participação de secretários de Governo, diretores e professores de escolas da Capital, além da comunidade local, pais e alunos da CAEE Márcia Dias Costa Nunes.

Post Anterior

Governo do Tocantins consegue liberação da Secretaria do Tesouro Nacional para executar operação de crédito junto ao Banco do Brasil no valor de R$ 230 milhões

Próximo Post

Bolsonaro não tem como controlar reação violenta de apoiadores se perder eleição, diz Flávio