0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 24/09/2020 16:53

O Tocantins é um dos estados mais estratégicos para instalação de empresas e indústrias. Isso se deve, principalmente, ao fator logístico, que favorece o escoamento de produtos, reduz custos e promove o desenvolvimento da região.

Atraídos pela potencialidade logística, Aloísio Araújo, gerente de Obras; e Sergio Tadeu, coordenador administrativo, ambos representantes da empresa espanhola Elecnor, foram recebidos pelo secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços do Tocantins (Sics), Tom Lyra, juntamente com a equipe técnica da pasta, na manhã desta quinta-feira, 24.

Durante a reunião, Aloísio Araújo apresentou a empresa Elecnor, de origem espanhola, que é uma das principais corporações globais em engenharia, desenvolvimento e construção de projetos de infraestruturas. É também promotora e investidora de destaque nos campos das energias renováveis, das concessões de infraestruturas de energia e do meio ambiente e espaço.

Para ele, o Tocantins é o Estado com maior capacidade para receber o centro de distribuição da multinacional. “Podemos avançar muito com a instalação deste projeto aqui no Estado. Hoje, nosso escoamento de produtos parte do estado de São Paulo, mas podemos otimizar essa logística. A ideia é instalar um centro de distribuição no Tocantins, que atende perfeitamente nossos interesses”, destacou Aloísio Araújo.

Secretário Tom Lyra e equipe técnica conhecem estrutura e história da empresa. Foto: Flávio Cavalera/Governo do Tocantins.

Na ocasião, o secretário Tom Lyra reafirmou o engajamento do governador Mauro Carlesse no sentido de desenvolver o Estado, por meio da atração de indústrias para o Tocantins. “Estamos em constante trabalho para tornar nosso Estado ainda mais industrializado. Investimentos como esse fomentam a economia, à medida que geram emprego e renda para a população. Levarei essa demanda ao Governador que, certamente, dará uma atenção especial e se esforçará para que a empresa se instale aqui”, pontuou Tom Lyra.

Atendendo a uma orientação do secretário, a equipe técnica da Sics conduziu os representantes da empresa até o distrito industrial de Porto Nacional para o conhecimento da área e o estudo de viabilidade.

Também participaram da reunião, o superintendente de Desenvolvimento Econômico, Iranilson Mota; a diretora de Atração de Investimento e Desenvolvimento Estratégico, Elaine Barbosa; o auditor fiscal Jales Pinheiro; e o gerente de Prospecção de Novos Negócios e Investimentos, Carlos Carneiro.

Post Anterior

Entrada da Arse 32 é fechada parcialmente para recuperação asfáltica

Próximo Post

Como a pandemia de covid-19 pode levar a uma revolução nas vacinas