0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 21/10/2020 18:52

O secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços do Tocantins (Sics) e presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, visitou, nesta terça-feira, 20, indústrias em Santa Catarina, na cidade de Blumenau. 

O objetivo foi divulgar, no Sul do País, o potencial logístico do Estado como um dos atrativos para a implantação de novas empresas em seu território.

A localização do Tocantins é um de seus maiores destaques. No centro do Brasil, o Estado faz divisa com os principais mercados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o que facilita a distribuição de produtos acabados e a disponibilização de serviços.

O secretário Tom Lyra visitou a fábrica da Fogatti, uma indústria que produz fornos, fogões, micro-ondas e outros utensílios domésticos e que, hoje, também é detentora de uma marca muito conceituada na região Sul do Brasil, a Nardelli. Atualmente, as duas empresas empregam cerca de 200 funcionários e contam com representantes que fazem a revenda dos produtos pelo País, além da venda direta realizada pelo e-commerce.

Secretário Tom Lyra apresenta a empresários da Fogatti, em Blumenau, potencialidades do Tocantins. Foto: Nayna Peres/Governo do Tocantins.

Para a diretora financeira do grupo, Cristiane Soares, alcançar os mercados das regiões Norte e Nordeste é um dos principais objetivos da marca. “Tínhamos uma participação de 3% em vendas no mercado Norte e Nordeste, com a contratação de apenas um representante. Este valor foi para 8%, em menos de um ano. E este crescimento rápido nos fez voltar os olhos para o Tocantins, como um potencial polo da nossa produção e distribuição. A visita do secretário e de sua equipe nos fez conhecer melhor a logística e os incentivos fiscais do Estado”, pontuou.

Incentivos

Durante a visita, Tom Lyra apresentou os principais incentivos voltados para a indústria, entre eles o Termo de Acordo de Regime Especial, que é um documento concedido às empresas que possuem algum incentivo fiscal concedido pelo Estado e o Proindústria, com o objetivo de atrair novos investidores, e esclareceu os trâmites para a implantação de uma nova sede industrial, assim como tem sido proposto pelo governador Mauro Carlesse para o fortalecimento do setor produtivo tocantinense.

“Levar novos empreendimentos, este é o nosso objetivo. Temos tudo o que o empresariado precisa, mão de obra jovem, disponível e qualificada por meio de duas universidades públicas, uma delas estadual. Não são apenas incentivos fiscais, temos trabalhado dioturnamente para melhorar toda a infraestrutura de nosso Estado e estamos alcançando todas as metas. O Tocantins não é mais só um projeto de potencialidade, já é uma realidade”, concluiu.

Post Anterior

Em hasteamento da Bandeira do Brasil, Barison reforça sintonia com ideais de Bolsonaro

Próximo Post

Comissão de Finanças encaminha LDO ao Plenário da Assembleia