0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 22/11/2021 17:29

O governador do Estado do Tocantins, em exercício, Wanderlei Barbosa, participou na manhã desta segunda-feira, 22, da abertura do 1° Encontro de Prefeitos Empreendedores, realizado em Palmas pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Tocantins (Sebrae/TO) e pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/TO). O encontro tem o objetivo de sensibilizar os gestores municipais sobre os critérios e os benefícios de uma gestão moderna.

Na oportunidade, o governador Wanderlei Barbosa ressaltou a importância de desenvolver o empreendedorismo nos municípios e reforçou a parceria com os prefeitos. “Atrair para dentro da gestão pública municipal o serviço das pequenas e médias empresas ajuda a desenvolver economicamente a cidade, pois fomenta a criação de empregos e, enquanto Governo, nós colocamos à disposição dos prefeitos a nossa Secretaria de Indústria e Comércio, para que possam desenvolver projetos inovadores”, ressaltou. 

O presidente do TCE/TO, conselheiro Napoleão de Souza Luz Sobrinho, destacou a importância das parcerias institucionais para o desenvolvimento dos municípios. “Nós abraçamos essa ideia do Sebrae, porque vai ao encontro do que prevê a Lei n° 123/2006, que é sobre o tratamento diferenciado às microempresas e empresas de pequeno porte no âmbito da gestão pública, e isso fortalece essas empresas e desenvolve as cidades”, destacou.

O superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, destacou também que a pandemia acendeu o alerta de que, para reacender a economia, era preciso estabelecer a parceria entre esses dois atores, gestão pública e micro e pequenas empresas. “Nós percebemos que, para retomar a economia, nós precisamos ter uma parceria muito estreita com os municípios, sobretudo, nos municípios menores a participação da prefeitura é muito importante na economia. Por isso, nada mais adequado do que convidar esses prefeitos para tratarmos desse assunto, estabelecendo os próximos passos”. 

Durante o evento, também serão debatidos temas sobre o uso sustentável dos recursos públicos, estratégias de planejamento e desenvolvimento regional como resposta às necessidades territoriais, vocações socioeconômicas e promoção da sustentabilidade.

Post Anterior

Mais 17.550 doses do imunizante Pfizer são aguardados pelo Tocantins

Próximo Post

Comprovação de vacina contra Covid será exigida em fevereiro 

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *