0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 16/03/2022 10:54

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, abre nesta quinta-feira, 17, em Araguatins, a primeira edição do Fórum de Desenvolvimento Econômico da Região do Bico do Papagaio, que visa impulsionar o desenvolvimento econômico e potencializar as principais cadeias produtivas do Estado. 

O evento, realizado pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), terá início às 14 horas, no câmpus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins, em Araguatins, e contará com a presença de gestores estaduais, representantes das associações comerciais, empresários, entidades representativas dos setores produtivos e dos 25 prefeitos da região.

Durante o evento, as prefeituras apresentarão suas demandas e também projetos de viabilidade econômica a serem executados em parceria com o Governo do Tocantins. Os projetos serão encaminhados ao Conselho de Desenvolvimento Econômico do Tocantins (CDE-TO), que irá avaliar a concessão do repasse de aporte de recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE-TO), de acordo com critérios como sustentabilidade, geração de emprego e renda.

Projetos em andamento

O Governo do Tocantins já vem trabalhando diversos projetos para estimular as agroindústrias, o aumento da produção e fortalecimento dos negócios em todo o Estado, como é o caso da estruturação da agroindústria de beneficiamento de mandioca no município de Araguatins. O projeto se propõe a atender mais de 30 famílias na 1ª etapa, e possui uma demanda na região de mais 90 famílias a serem atendidas posteriormente.

Também está em fase de implementação o Plano de Expansão do Setor Apícola no Estado, com o objetivo de promover o aumento na produção, com introdução de novas colmeias e adoção de boas práticas de manejo. O CDE-TO aprovou recursos no valor de R$ 350 mil, do FDE, para elaboração do censo que irá mapear o perfil da produção de produtos apícolas, dos produtores, das propriedades e mapeamento do pasto apícola.

Outros projetos de impulsionamento da atividade econômica na região do Bico do Papagaio englobam a estruturação do setor de lácteos e da piscicultura. O projeto, que consiste em um estudo para analisar a viabilidade de implementação de um laticínio para beneficiamento de leite na região, será estruturado em Riachinho e conta com a parceria dos municípios de Ananás, Angico e Piraquê e dos produtores de leite. 

O Governo do Tocantins já implementou ainda diversas ações de estruturação da piscicultura no Estado, como elaboração do Censo da Piscicultura; instalação da Câmara Setorial da Piscicultura; liberação da criação de peixes exóticos em barramentos; e agora tem dialogado com a Federação Tocantinense dos Pescadores (Fetopesca) para paramentação dos pescadores da região, bem como, estudando a viabilidade do funcionamento de uma indústria de beneficiamento de peixes no município de Xambioá, que contará também, com peixes de criatório. 

Pics

Todos esses projetos integram a fase três do Programa de Impulsionamento da Indústria, Comércio e Serviços (Pics), dentro do projeto Produtos da Terra, que será apresentado pelo secretário da Indústria, Comércio e Serviços, Carlos Humberto Lima, durante o evento. O programa prevê ações de estruturação dos distritos industriais e de fomento da atividade empresarial em todo o Tocantins, visando a descentralização da base econômica do Estado. “No fórum vamos apresentar o Pics que é um programa que estimula ações que agreguem desenvolvimento para o Estado, ao longo dos próximos 10 anos. Para isso precisamos trabalhar em parceria com os municípios, para conhecermos a potencialidade da região e realizarmos projetos que mudarão a realidade dessas localidades”, destaca Carlos Humberto.

Post Anterior

Lira desobriga uso de máscaras na Câmara

Próximo Post

Governo do Tocantins apresenta novas tecnologias do mercado voltadas ao plantio de soja e milho