0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 15/07/2022 10:12

gasolina subiu em 18 dos 21 países do continente americano no primeiro semestre deste ano. É o que mostra um levantamento da plataforma global de cupons Picodi, com base nos dados oficiais dos governos de cada país.

O Brasil ficou na 15ª posição entre os países em que o combustível mais subiu. O preço da gasolina no país subiu 9,7% no primeiro semestre de 2022, de acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), após uma série de reajustes realizados pela Petrobras e o choque de oferta da commodity causado pela guerra no leste europeu, como aponta o levantamento.

O Panamá foi o país onde o insumo mais encareceu, com um aumento de 65% no preço ao longo dos primeiros seis meses do ano. Porto Rico, Costa Rica e os Estados Unidos também aparecem com destaque na pesquisa, com uma elevação no custo da gasolina superior a 40%. Em crise econômica, os argentinos presenciaram um salto de 32% no valor na hora de abastecer o automóvel.

No outro extremo da tabela e aparecendo como as exceções, Colômbia, Equador e Bolívia registram estabilização no preço do combustível no primeiro semestre de 2022, aponta a análise. Dados oficiais das três nações captaram uma variação praticamente inexistente.

O professor e economista da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Pierre Souza, explica essa subida do combustível nesses países.

O custo da gasolina, em qualquer país, é sempre balizado por duas variáveis: valor do petróleo e variação cambial, explica Pierre Souza, economista e professor da FGV.

“No primeiro semestre, o Brasil viu múltiplos reajustes do combustível, mas em contrapartida viu uma maior valorização do real, o que acabou balanceando a alta da gasolina. Não é o caso da Argentina, por exemplo, que vive uma desvalorização forte da moeda local, além de presenciar a subida no preço do petróleo”, diz.

“Por último apontamos o efeito indireto da inflação, que faz o preço da gasolina escalonar. Esse foi o caso dos Estados Unidos”.

Ranking por valores absolutos

Em relação ao preço absoluto da gasolina, a do Brasil figura entre as sete mais altas das Américas. Para os brasileiros, cada litro do combustível está custando aproximadamente US$ 1,30 em julho.

Segundo a pesquisa, atualmente, entre os países da América do Sul e Norte, os uruguaios estão pagando a gasolina mais cara: US$ 2,02 por litro. Já os combustíveis mais baratos são encontrados na Bolívia (US$ 0,54/litro) e da Colômbia (US$ 0,61/litro).

Confira o ranking dos países onde a gasolina subiu

Panamá: 65%

Porto Rico: 48,7%

Costa Rica: 45%

Estados Unidos: 40,5%

Peru: 38,7%

Canadá: 37,3%

Guatemala: 35,8%

Honduras: 33,5%

Argentina: 32,6%

Paraguai: 23,9%

Nicarágua: 16,7%

Chile: 14,8%

Uruguai: 14,3%

El Salvador: 12,6%

Brasil: 9,7%

República Dominicana: 6,5%

México: 4,6%

Bolívia: 0,01%

Fonte: GlobalPetroprices.com e Picodi.com

Post Anterior

Perturbação do sossego na orla da Graciosa em Palmas é tratada em audiência do MPTO

Próximo Post

Izo Maranhão será atração da praia de Luzimangues, no domingo, 17

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.