0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 18/05/2022 14:03

Flávio Bolsonaro (PL) defendeu Jair Bolsonaro (PL) das críticas que o presidente tem recebido por causa de seus gastos com o cartão corporativo. Entre janeiro e maio deste ano, os valores chegaram a R$ 8,8 milhões.

Em publicação no Twitter nesta quarta-feira (18), o senador tentou justificar os gastos e afirmou que seu pai precisa investir em segurança.

Post Anterior

SESI e SENAI levam formação profissional e qualificação a efetivo do Exército em Palmas

Próximo Post

Após rejeição no STF, Bolsonaro recorre à PGR para investigar Moraes