0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 21/05/2021 15:15

Deu a virada que sonhava em relação ao Palmeiras. Conseguiu com a força de sua marca superar o clube paulista.

E se tornou o clube que tem os maiores patrocínios no uniforme. Não foi necessário nem esperar 2022, como avaliavam os dirigentes rubro-negros no ano passado. A pandemia não precisou acabar, nem o público voltar aos estádios, para a reviravolta.

Os números palmeirenses ainda são impressionantes. Em plena crise, recessão que o Brasil atravessa.

A Crefisa mantém R$ 81 milhões anuais. O Palmeiras estava muito distante dos demais clubes brasileiros.

À frente

Pesa neste investimento altíssimo pelo monopólio do uniforme o desejo da dona da Crefisa, Leila Pereira, de assumir a presidência do Palmeiras.

Mas o Flamengo seguiu uma busca obcecada de valorização da marca.

E, com outra estratégia, sem patrocínio único, conseguiu se impor como o clube mais valorizado do país.

Seguindo a assustadora firmeza imposta pelo presidente Rodolfo Landim, que foi o articulador, o braço direto do empresário Eike Batista, toda a influência foi usada. Sem constrangimento.

Por 30 anos, o clube mais popular do Brasil teve apoio governamental. Petrobrás como patrocinadora master por 25 anos e mais cinco anos com o apoio da Caixa Econômica Federal.

Desde o ano passado, o Banco de Brasília banca o patrocínio master. São R$ 32 milhões.

Daí, vieram o Mercado Livre, com R$ 18 milhões, Sportbet R$ 10,6 milhões, Havan R$ 10 milhões, ABC, R$ 5,1 milhões e Moss: R$ 4,8 milhões.

Total : R$ 126,2 milhões.

A consultoria Sports Value divulgou, no início do mês, quanto os principais clubes brasileiros receberam de patrocinadores em 2020.

Lembrando que alguns patrocinadores, como a Crefisa, dão bônus por conquistas.

1º – Palmeiras – R$ 115 milhões

2º – Flamengo – R$ 95 milhões

3º – Corinthians – R$ 71 milhões

4º – Cruzeiro – R$ 33 milhões

5º – Grêmio – R$ 33 milhões

6º – Internacional – R$ 32 milhões

7º – Santos – R$ 24 milhões

8º – Atlético-MG – R$ 21 milhões

9º – Bahia – R$ 18 milhões

10º – Vasco – R$ 17 milhões

O Flamengo já deixou o Palmeiras para trás.

E, com a certeza de volta do público, em 2022, com maior exposição, o clube carioca vai buscar ainda mais dinheiro, com patrocinadores.

Essa é a filosofia de Rodolfo Landim.

“O Flamengo não explorava sua força. Comigo vai explorar”, prometeu o presidente ao assumir o clube, ao assumir o clube, em janeiro de 2019. Seu mandato termina no final deste ano.

E ele já assumiu

Quer a reeleição para seguir no comando até o final de 2024. Hoje não há candidato capaz de impedir sua reeleição. Graças à revolução financeira na Gávea…

 

Post Anterior

Licitação da 2ª etapa de obras financiadas pelo CAF será aberta no próximo dia 31 em Palmas

Próximo Post

Comerciantes do país se reúnem para pedir menos impostos a prefeitos e governadores