0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 08/03/2019 15:42

Se tem algo que vem crescendo nos últimos anos, principalmente nas redes sociais, são as campanhas antivacinais. Por isso, o Facebook desenvolveu uma ferramenta para combater notícias falsas e a desinformação sobre vacinas, em seu feed de notícias. 

O foco é minimizar o compartilhamento de conteúdos com informações distorcidas aos leitores, dando preferência sempre a fontes oficiais. A rede social vai por em prática uma série de ações para combater as fake news. Dentre as medidas está a redução no ranking de grupos e páginas que espalhem notícias falsas sobre vacinas nos feeds de notícias, bem como a exclusão delas da ferramenta de busca.

O Facebook também prometeu rejeitar anúncios que contenham informações incorretas sobre vacinas e não mostrar ou recomendar conteúdos que tenham desinformações sobre vacinas no Instagram Explore ou em páginas de hashtag.

Organizações líderes em saúde global, como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e centros americanos de Controle e Prevenção de Doenças, já estão identificando os boatos sobre vacinas, que serão combatidos pelo Facebook.

Post Anterior

Mais de 65 mil eleitores podem ter o título cancelado; Prazo para se regularização termina em maio

Próximo Post

Alunos da única escola estadual de Campos Lindos sofrem com a falta de professores