0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 05/03/2021 16:17

As exportações de carnes começam a se recuperar após a retração vista no mês de janeiro.

Os embarques de carne bovina e de frango subiram em volume e em receita em fevereiro ante fevereiro de 2020, enquanto os de carne suína continuaram abaixo do reportado em igual período do ano passado.

Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, foram divulgados no dia 1º de março, segunda-feira, e consideram 18 dias úteis.

Os embarques de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada somaram 110,579 mil toneladas no segundo mês de 2021, alta de 8,27% ante as 102,126 mil toneladas exportadas em igual mês do ano anterior.

Em receita, o aumento foi de 5,62%, passando de US$ 463,586 milhões um ano antes para US$ 489,658 milhões no mês passado.

A exportação de carne de aves e suas miudezas avançou 8,29% em receita e 1,15% em volume.

Foram embarcados 327,569 mil toneladas em fevereiro, ante 323,838 mil toneladas em igual mês de 2020. Já a receita foi de US$ 512,061 milhões, ante US$ 472,860 milhões em fevereiro do ano anterior.

Por fim, os embarques de carne suína fresca, refrigerada e congelada totalizaram 58,122 mil toneladas, 18,71% menos em relação às 71,501 mil toneladas de fevereiro do ano passado.

Em faturamento o resultado foi 17,36% menor, de US$ 143,279 milhões, contra US$ 173,392 milhões. Fonte: Secretaria de Comércio Exterior/Ministério da Economia.

Post Anterior

Jovem descobre gravidez minutos antes de bebê nascer em unidade de saúde da Capital

Próximo Post

Governo do Tocantins suspende visitas às unidades do Sistema Penal e do Sistema Socioeducativo