0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 11/01/2019 10:08

A defesa do ex-superintendente do Incra no Tocantins, Carlos Alberto da Costa, o Carlão da Saneatins deve pagar nesta sexta-feira, 11, a fiança de R$ 50 mil reais estabelecida pelo juiz federal substituto, João Paulo Abe, da 4ª Vara da Justiça Federal em Palmas(TO). O juiz entendeu que, por estar afastado do cargo, Carlão não terá como interferir na investigação.

Como noticiou o Portal Orla Notícias, Carlão foi preso na capital em 19 de dezembro, numa operação da Polícia Federal por supostas práticas irregulares enquanto estava no comando do Instituto.

PF prende superintendente do Incra no Tocantins: Carlão da Saneatins teria recebido mais de R$ 5 milhões

Para o Ministério Público Federal, Carlão teve uma movimentação bancária desproporcional e incompatível com a condição de agente público, nos últimos três anos, chegando a R$ 5 milhões.

Em resposta, o ex-superintendente sempre disse que não praticou nenhuma atividade ilegal. Ele foi afastado do cargo por decisão da justiça em agosto de 2018. 

Superintendente regional do Incra é afastado por ordem da Justiça: Carlão da Saneatins é suplente de deputado estadual

Post Anterior

Agenciador seria beneficiado após vice-prefeito assumir a prefeitura; ouça audio

Próximo Post

Prefeitura de Novo Acordo repudia suspeitas sobre Dotozin e diz que gestor é "homem sério e honesto"

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *