0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/07/2021 16:47

Uma vacinação mista com a primeira dose de AstraZeneca e depois uma injeção da vacina da Pfizer contra Covid-19 aumentou os níveis de anticorpos neutralizantes em seis vezes em comparação às duas doses da AstraZeneca, mostrou um estudo da Coreia do Sul.

O estudo envolveu 499 profissionais da área médica 100 recebendo doses mistas, 200 recebendo duas doses da injeção Pfizer / BioNTech e o restante recebendo duas injeções da AstraZeneca.

Todos apresentaram anticorpos neutralizantes, que impedem o vírus de entrar nas células e se replicar, e o resultado do esquema misto de vacinas mostrou quantidades semelhantes de anticorpos neutralizantes encontrados no grupo que recebeu duas injeções da Pfizer.

Um estudo britânico no mês passado mostrou resultados semelhantes  uma injeção de AstraZeneca seguida pela Pfizer produziu as melhores respostas das células T e uma resposta de anticorpos mais alta do que a da Pfizer seguida pela AstraZeneca.

Os dados fornecem mais suporte para a decisão de vários países de oferecer alternativas à vacina da AstraZeneca como uma segunda injeção depois que a vacina foi associada a coágulos sanguíneos raros.

O estudo sul coreano também analisou a atividade neutralizante contra as principais variantes de preocupação, disse a Agência Coreana de Controle e Prevenção de Doenças (KDCA).

Nenhum dos grupos demonstrou atividade neutralizante reduzida contra a variante Alpha, identificada pela primeira vez no Reino Unido, mas o título de neutralização diminuiu 2,5 a 6 vezes contra Beta, Gama e Delta, detectados pela primeira vez na África do Sul, Brasil e Índia, respectivamente. Fonte: Sangmi Cha/Reuters

Post Anterior

Ciro Nogueira tentará reconstruir diálogo de Bolsonaro com STF

Próximo Post

Inconstitucionalidade do fundo eleitoral