Home»Destaque»Era para ser mais uma celebração à vida

Era para ser mais uma celebração à vida

Atualizada em: 04/12/2018 12:20

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A Escola Infantil João e Maria amanheceu com uma faixa preta em sua fachada. Uma tradição que mostrar a todos que estão em luto e sofrendo a perde de uma pessoa querida. Essa perda é a de Ludimila Barbosa, professora da escola e que faleceu na manhã desta terça-feira (4). Ela foi atingida pela hélice da lancha do Corpo de Bombeiros enquanto buscava socorro durante uma prova de natação no lago de Lajeado, no último domingo. Socorrida, Ludimila deu entrada no Hospital Geral de Palmas com um ferimento muito sério na perna. Em decorrência disso, os médicos tiveram que amputar uma parte da perna da atleta.

Após a cirurgia, Ludimila foi levada para a UTI, mas não resistiu. Aliás, todos nós perdemos um pouco da nossa resistência com a morte de Ludimila. Ela fazia parte de um grupo conhecido de esportistas de Palmas. Também fiz parte de um grupo semelhante. Por ter vivido a rotina desses atletas, a perda de Ludimila me toca um pouco mais. São pessoas cheias de vida que buscam provar o quanto essa vida vale a pena, impondo-se desafios cada vez maiores. O Triathlon é uma celebração à vida. Quem termina uma prova é como se estivesse renascendo. É uma sensação inigualável. Deve ter sido em busca dessa sensação que Ludimila mergulhou no lago neste domingo, mesmo sob o céu nublado e previsão de chuva forte. Acredito que é a mesma sensação que o médico Pedro Caldas buscava enquanto corria às margens da rodovia TO-010 quando foi atropelado por uma jovem. Pedro também se foi, mas deixou o exemplo de amor à vida e ao esporte, assim como Ludimila deixa agora.

A morte de uma pessoa que era cheia de vida é revoltante, é claro. Neste momento buscamos culpados para abrandar a incompreensão com o ocorrido. Talvez tenha sido uma sucessão de equívocos que a conclusão do inquérito aberto pela Marinha do Brasil irá elucidar. Mas isso, nem de longe reduzirá a dor do marido, do casal de filhos, dos parentes e amigos que perderam alguém que amavam. Não conhecida Ludimila, mas a inclui nas orações que fiz na manhã de hoje. Que Deus conforte o coração dos familiares e amigos e que receba Ludimila com amor e paz.

Post Anterior

Corpo de Ludimilla Barbosa será velado na Casa de Maria em Palmas e enterrado em Brasília

Próximo Post

Prêmio Nacional DÓLMÃ: Últimos dias para escolher o melhor chef de cozinha

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *