0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 22/09/2020 16:14

A Energisa Tocantins entrega nesta terça-feira, 22, seis ventiladores pulmonares para o Governo do Tocantins. A doação representa um avanço em termos de inovação.

Desenvolvidos com tecnologia 100% nacional, os aparelhos são mais fáceis de manusear e têm custo reduzido em relação a modelos semelhantes do mercado. 

Em todo o Brasil, o Grupo Energisa vai entregar 38 ventiladores pulmonares para o tratamento da Covid-19. Os recursos fazem parte do Movimento Energia do Bem, liderado pela empresa, que totaliza R$ 8 milhões destinados a ações em diversas frentes de combate ao Coronavírus.  Para esta iniciativa, foram doados R$ 570 mil.

Mais do que fornecer energia elétrica, temos um compromisso social com as comunidades onde estamos presentes. Nossa atuação se faz ainda mais necessária neste momento difícil para todos”, afirma o diretor-presidente da Energisa Tocantins, Alessandro Brum.

A doação, em parceria com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), representa um avanço em termos de inovação. Os ventiladores foram homologados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e produzidos pela empresa mineira de soluções tecnológicas Tacom.

O projeto envolveu uma equipe multidisciplinar incluindo médicos intensivistas, engenheiros, programadores e desenvolvedores.

O equipamento está apto para ventilar pacientes com insuficiência respiratória que necessitam de apoio mecânico. “Nos países mais atingidos, a falta de respiradores foi o principal motivo dos óbitos. Pensando nisso e na tentativa de salvar vidas, decidimos nos movimentar para desenvolver um novo modelo de ventilador pulmonar”, comentou o Marco Antônio Tonussisócio-proprietário da TACOM.

 

Movimento Energia do Bem 

A rede de solidariedade liderada pelo Grupo Energisa tem parceria com entidades como Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Confederação Nacional das Indústrias (CNI) e Unesco. O engajamento promove ações inovadoras e com impacto nas comunidades onde a empresa está presente.  O objetivo conjunto é contribuir para minimizar o impacto da pandemia por meio e ações na área de saúde, assistência social, educação, cultura e comunicação. 

Na frente da saúde, a empresa fez diversas ações, como a doação protetores faciais e máscaras tipo N95 para hospitais. No campo da cultura, foram desenvolvidas ações como a realização do festival “Fique em Cena”, com lives musicais para a arrecadação de recursos a artistas locais; e com exibição gratuita de filmes na plataforma www.poloaudiovisual.tv com produções nacionais patrocinadas pela empresa no Polo Audiovisual da Zona da Mata (MG) e em outras regiões. 

Post Anterior

Média móvel de casos da covid-19 se mantém alta em setembro

Próximo Post

Tocantins deve ter mais chuvas nos próximos dias, prevê Nemet/RH da Unitins