Home»Destaque»Empresa de internet não cumpre o prometido, abandona os serviços na Agrotins e nova contratação é feita de última hora

Empresa de internet não cumpre o prometido, abandona os serviços na Agrotins e nova contratação é feita de última hora

Atualizada em: 10/05/2019 17:22

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Os primeiros dias da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins) foram marcados por tensão de expositores e instituições bancárias por falha na internet. A Secretaria de Agricultura (Seagro) contratou a empresa Multimega Networks para realizar todo serviço de internet feira, mas a mesma não conseguiu cumprir com o combinado.  A Agrotins iniciou na última terça-feira, 7, e encerra neste sábado, 11.

Segundo informações repassadas ao Portal Orla Notícias, o ocorrido gerou transtornos e aqueles participantes que precisam do serviço de internet alegaram que sofreriam prejuízos.

 “A empresa contratada para prestar um serviço “de outro mundo” não conseguiu atender a demanda e abandonaram tarefa no meio da feira causando prejuízos aos negócios e a imagem da gestão e da feira em si”, disse uma fonte ao Portal.

A empresa Sim Internet foi chamada para solucionar o problema. “de última hora chamaram a empresa Sim Internet, que a 10 anos atendeu a feira que de imediato solucionou o problema trazendo a normalidade nos processos e negócios, será que vale a pena trocar o certo pelo duvidoso mesmo sendo “do outro mundo?”, destacou.

Em uma rede social a empresa Sim comentou o ocorrido: “Esse ano não fomos à internet oficial da Agrotins, porém nos chamaram para apagar o fogo de última hora”, consta no post do instagram.

O outro lado

O Portal Orla Notícias solicitou a Seagro o posicionamento sobre o assunto e aguarda resposta. O Orla também contanto com a empresa Multimega, mas não obteve sucesso nas ligações. O espaço continua em aberto.

Post Anterior

HGP já atendeu mais de 2.300 vítimas de acidente de trânsito: 142 ainda continuam internadas

Próximo Post

Governo tem 180 dias para reduzir superlotação e reformar estrutura de unidade prisional feminina de Palmas