0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 27/01/2022 10:07

 A pouco mais de 8 meses das eleições, o governador Ronaldo Caiado (DEM) lidera a disputa pelo governo de Goiás com 37,1% das intenções de voto, aponta pesquisa do instituto Serpes contratada pela Associação Comercial e Industrial de Goiás (Acieg), realizada dos dias 21 a 24 de janeiro. O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (Sem partido), aparecem em empate técnico em segundo lugar, com 14,1 e 13%, respectivamente.

Pesquisa estimulada  –  em que os pré-candidatos são apresentados aos entrevistados – indicou seis opções. O deputado federal Vitor Hugo (PSL) tem 2,6%; o ex-prefeito de Trindade Jânio Darrot (Patriota), 1,4%; e o ex-reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás Wolmir Amado (PT), 0,4%.

Dos 801 eleitores consultados, 21,5% disseram que ainda não decidiram o voto e 10% afirmaram anular diante das opções apresentadas. A margem de erro é de 3,5 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Trata-se da primeira pesquisa registrada este ano no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Desde o dia 1º de janeiro, é obrigatório o registro para divulgação, conforme legislação eleitoral.

A campanha começará no dia 16 de agosto e as eleições do primeiro turno serão em 2 de outubro. Os partidos vão definir oficialmente seus candidatos em convenções a serem realizadas entre os dias 20 de julho e 5 de agosto, segundo o calendário eleitoral.

Na pesquisa espontânea – em que os nomes dos pré-candidatos não são apresentados ao eleitor, 74,9% disseram ainda não ter decidido. Outros 6% pretendem anular. Ronaldo Caiado tem 13,1%, enquanto Gustavo Mendanha é citado por 3,2% e Marconi Perillo, por 2%.

Jânio Darrot e Vitor Hugo aparecem com 0,2%, mesmo percentual do senador Vanderlan Cardoso (PSD), que até o momento não se coloca como pré-candidato ao governo.

Rejeição

Marconi Perillo é o mais rejeitado para a disputa ao governo, sendo citado por pouco mais de um quarto dos eleitores.

Questionados sobre em quem não votariam de jeito nenhum para o governo, 25,3% apontaram Marconi Perillo e 19,5% indicaram Ronaldo Caiado.

A resistência a Vitor Hugo é de 6,9% e a Darrot, de 6%. Mendanha e Wolmir são os menos rejeitados, com 4,7% e 4,2%, respectivamente.

Dos 801 eleitores consultados, 49,1% disseram não rejeitar nenhum dos pré-candidatos da lista e 6,7% não manifestaram opinião.

Marconi sofre maior resistência no grupo de eleitores de 30 a 49 anos de idade (28,7%) e com nível superior (34%). São os mesmos universos de maior rejeição a Caiado: na faixa etária, de 22%, e entre os mais escolarizados, 29,4%

Gestão

A gestão do governador Caiado tem avaliação positiva de 38,8% do eleitorado goiano: 32,3% consideram a administração boa e 6,5%, ótima.

A avaliação negativa sobre o governo soma 14,7%, sendo 8,1% que consideram a gestão péssima e 6,6%, ruim.

A maior parte do eleitorado, 41,9% apontou a administração como regular. Apenas 4,5% dos consultados preferiram não opinar.

Pesquisa também levantou dados para Senador e Presidente da República

Senado: Marconi Perillo tem 16,6%, Henrique Meirelles 11,1% e delegado Waldir 9%, aponta pesquisa Serpes/Acieg.

Presidente: Lula tem 40%, Bolsonaro 27,8 e Moro 8,1%, também aponta pesquisa Serpes/Acieg.

Post Anterior

Morre cantora gospel Ludmila Ferber aos 56 anos

Próximo Post

Em dezembro de 2021, 65,9% das vendas do agronegócio tiveram 10 países como principais destinos.