0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 14/06/2021 13:56

Um homem de 32 anos, suspeito de matar um casal e seus dois filhos, atirou em 4 pessoas e trocou tiros com a polícia ao escapar de um cerco policial no município de Cocalzinho de Goiás na noite do último sábado (12), segundo informou o tenente Álvaro Mota, da PM-DF. Durante a fuga, o suspeito ainda colocou fogo em uma residência.

O suspeito, identificado como Lázaro Barbosa de Sousa ainda não foi localizado até a manhã deste domingo (13), segundo informou o site G1. A corporação usa cães farejadores e helicópteros para auxiliar nas buscas.

Os baleados que ficaram feridos foram levados a hospitais da região e estão com estado de saúde estável, segundo o policial.

Ainda de acordo com o G1, uma guarnição da Rotam goiana teria tentado abordar o suspeito no cerco, e o homem reagiu realizando 15 disparos com arma de fogo na direção dos policiais conseguindo escapar para a mata mais próxima. Segundo a polícia o suspeito porta uma arma calibre .32, além de outras armas e munição que teria furtado das fazendas que entrou.

Dezessete propriedades próximas estão ocupadas por forças policiais para garantir a segurança da população e tentar realizar a prisão do suspeito.

Crimes

Lázaro Barbosa de Sousa é suspeito de assaltar uma fazenda no DF, na quarta-feira (9). Durante a ação, a polícia informou que ele matou a tiros e a facadas o empresário Cláudio Vidal (pai, de 48 anos), Gustavo Vidal (filho, de 21 anos) e Carlos Eduardo Vidal (filho, de 15 anos).

No local onde os primeiros homicídios ocorreram, no DF, as três vítimas foram encontradas por bombeiros em um quarto da residência.

A esposa do empresário e mãe de Gustavo e Carlos Eduardo foi sequestrada e morta em seguida. O corpo de Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, estava em uma mata próxima à casa da família.

A Polícia Civil do DF encontrou pelo menos dois esconderijos onde Lázaro Barbosa se escondia para cometer crimes na região.

O Suspeito:

Foto: Polícia civil de DF e GO.
Post Anterior

Líderes do G7 anunciam apoio a imposto global mínimo

Próximo Post

Ônibus tomba, passageiro fica preso e bombeiros militares são acionados para o resgate no sul do Estado