0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 16/07/2022 11:37

As eleições de 2022 tiveram recorde no número de pessoas aptas a votar, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (15) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Há 156.454.011 potenciais eleitores, alta de 6% em relação ao último pleito presidencial, em 2018.

O primeiro turno está marcado para 2 de outubro. Eventuais segundos turnos serão disputados em 30 de outubro. A votação decidirá os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual ou distrital.

Diferentemente de 2018 e 2014, a maioria dos eleitores neste ano declararam ter o ensino médio completo, equivalente a 26% do eleitorado. Nas duas eleições gerais anteriores a maior parte tinha o ensino fundamental incompleto.

O presidente do TSE, ministro Edson Fachin, afirmou que os números são “efetivamente impressionantes” e demonstram “a pujança cívica da cidadania”, uma vez que os dados revelam “o maior eleitorado cadastrado da história brasileira”.

As mulheres continuaram como maioria entre os eleitores. Elas são 53% do total de votantes aptos.

São Paulo, com 22% de todos os eleitores, manteve-se o maior colégio eleitoral brasileiro. É seguido de Minas Gerais (10%) e Rio de Janeiro (8%). A Região Sudeste concentra 43% dos votantes do país.

Em contrapartida, os três estados com menor eleitorado estão na Região Norte, que responde por 8% dos eleitores. Roraima (0,23%), Amapá (0,35%) e Acre (0,38%) são as unidades da Federação com menos eleitores.

O Nordeste é a segunda região com mais votantes, com 27% do eleitorado. Na sequência aparecem o Sul (14%), Norte (8%) e Centro-Oeste (7%).

Entre os municípios brasileiros, São Paulo também detém o maior número de eleitores, com 9.314.259 milhões de pessoas. Em seguida aparecem Rio de Janeiro (5.002.621 milhões), Brasília (2.203.045 milhões), Belo Horizonte (2.006.854 milhões) e Salvador (1.983.198 milhões).

Segundo o TSE, o eleitorado está distribuído em 5.570, além de 181 cidades no exterior. A votação vai ocorrer em 496.512 mil seções eleitorais em 2.637 mil zonas eleitorais.

Nas eleições deste ano, 2.116.781 milhões de jovens de 16 e 17 anos poderão votar. Em 2018, essa faixa etária alcançou 1.400.617.

A Corte informou ainda que o eleitorado acima de 70 anos também cresceu. O salto foi de 23,82%, indo de 12.028.608 milhões em 2018 para 14.893.281 milhões de idosos em 2022. Esse número representa 9,52% de todo o eleitorado apto a votar.

Cerca de 1% dos eleitores afirmou ter algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida.

Post Anterior

Petrobras tem preços 8% mais caros que internacionais

Próximo Post

Ministério da Agricultura publica zoneamento agrícola para soja 2022/23

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.