0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 08/07/2019 15:56

A variação mensal do item que analisa a visão dos empresários sobre as condições atuais da economia sofreu um recuo de -3,9%. Esta foi a maior queda identificada na pesquisa Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) de junho, divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins.

Este é um dos nove itens avaliados mensalmente pela ICEC e retrata como os comerciantes palmenses enxergam o cenário econômico atual. No mês de referência, esse item alcançou 106,4 pontos em uma escala de 0 a 200 pontos. Nesta pesquisa, o índice 100 demarca a fronteira entre a avaliação de insatisfação e de satisfação dos empresários do comércio: abaixo de 100 pontos diz respeito à situação de pessimismo enquanto acima de 100 encontra-se a situação de otimismo.

“Se formos olhar para a variação anual, esse item cresceu 42,1% em comparação com o resultado do mesmo mês de 2018, mas a queda mensal preocupa, pois nos afasta ainda mais da total recuperação da economia”, explica a assessora econômica da Fecomércio, Fabiane Cappellesso. “Estamos sim, melhores que no ano passado, mas é notável uma tendência de queda na pesquisa”, conclui.

ICEC

O principal indicador da pesquisa também caiu em junho (130,5 pontos) e ficou -1,2% menor que o resultado de maio (132,2 pontos). Esta é a terceira queda consecutiva da ICEC, que adota uma metodologia composta por um conjunto de perguntas qualitativas referentes à economia, ao setor do comércio e às empresas, que tem como intuito antecipar os resultados das vendas do comércio varejista.

(Ascom Fecomércio Tocantins)

Post Anterior

Polícia Civil indicia duas assistentes parlamentares no Norte do Estado

Próximo Post

Bota Pra Correr reúne 200 participantes no Jalapão e anuncia novidades para os corredores