Home»Destaque»Médico neurocirurgião desmente boatos sobre morte cerebral do Dr. Pedro Caldas; o estado dele é considerado gravíssimo

Médico neurocirurgião desmente boatos sobre morte cerebral do Dr. Pedro Caldas; o estado dele é considerado gravíssimo

Pedro Caldas passou por várias cirurgias de craniotomia descompressiva

Atualizada em: 30/11/2017 14:06

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Ao contrário do que está circulando nas redes sociais o médico Dr. Pedro Caldas não teve morte cerebral, mas permanece na UTI em estado gravíssimo, a informação foi confirmada com exclusividade ao portal Orla Notícias pelo médico neurocirurgião Márcio Figueiredo, que acompanha o caso. Ainda segundo o especialista, o Dr. Pedro teve piora no quadro neurológico desde a última segunda-feira, 27, e por isso corre risco de morte. 

Dr. Pedro segue internado em um hospital particular de Palmas desde o último dia 12, quando foi atropelado na TO-050, por uma mulher, que dirigia embriagada, o atropelou. A moça foi identificada como Iolanda Costa Fregonesi, de 23 anos, e não possuía carteira de motorista. 

No acidente o médico sofreu traumatismo cranioencefálico e foi encaminhado para o Hospital Geral de Palmas (HGP), onde foi internado em coma, com hemorragia subaracnóide (sagramento no espaço subaracnóide da meninge) e edema cerebral e, pidural.

Pedro Caldas passou por várias cirurgias de craniotomia descompressiva, que tentava reduzir imediatamente a pressão intracraniana. Logo após a cirurgia, o médico foi transferido para um hospital particular da capital para continuar o tratamento e ser monitorado em relação à gravidade da lesão.

Post Anterior

Orla TV: Presidente do Sindifiscal no Tocantins Carlos Campos, fala sobre como a reforma trabalhista pode afetar os sindicatos

Próximo Post

Inscrições para processo seletivo do Colégio da Polícia Militar do Tocantins são prorrogadas