0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 15/05/2022 06:49

João Doria criticou a decisão tomada pelas cúpulas do PSDB e MDB de contratarem pesquisas para definir uma candidatura única das duas siglas. O ex-governador de São Paulo, que venceu as prévias tucanas para disputar o Planalto, acusou seu partido de “golpe”.

A manifestação foi feita em carta encaminhada ao presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo. No comunicado, segundo Araújo, Doria reclamou de uma “tentativa de golpe” e disse que as pesquisas que avaliam rejeição são “desculpas estapafúrdias”.

Na semana passada, as bancadas de deputados federais e senadores do PSDB divulgaram uma nota defendendo que Araújo avance “nas conversas com o MDB e o Cidadania buscando uma candidatura única”.

João Doria, em tese o candidato oficial do partido, não consegue passar de 3% nas intenções de voto  última pesquisa da CNT/MDA mostra que sua rejeição chega a 68%.

Mais cedo, Aécio Neves afirmou discordar de uma aliança automática com o MDB. O deputado mineiro também reclamou de Araújo e do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia.

Post Anterior

Estados vão recorrer da decisão de Mendonça sobre ICMS do diesel

Próximo Post

Ministério Público Federal cobra do Telegram balanço sobre medidas para combater fake news