0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 25/06/2022 09:07

O preço do óleo diesel S10, mais usado no Brasil, alcançou o maior patamar da série histórica da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) nesta semana. Foi vendido a R$ 7,678 por litro, na média nacional.

Desde janeiro, o litro do diesel S10 aumentou 41% na bomba. De acordo com dados divulgados pela agência nesta sexta feira ( 24 ), o preço superou o da gasolina pela 1ª vez desde 2004. No intervalo de uma semana, o litro do diesel aumentou 9,6%.

A agência registrou máxima de R$ 9,15 por litro do diesel no Mato Grosso e mínima de R$ 6,37 em São Paulo.

Já a gasolina tem preço médio de R$ 7,39 por litro de 19 a 25 de junho. É o maior já registrado pela ANP. Na comparação com a semana anterior, o aumento foi de 2,2%.

São os primeiros sinais do último reajuste da Petrobras, implementado nas refinarias desde sábado ( 18 ). Como as distribuidoras mantêm estoques de segurança, os preços dos combustíveis vendidos na última semana ainda não refletem todo o aumento.

Na sexta feira ( 17 ), a Petrobras anunciou reajustes de 5,18% para a gasolina e 14,26% para o óleo diesel. O aumento acelerou o desgaste do presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, que, pressionado pelo governo, renunciou ao cargo na segunda feira ( 20 ).

Com os combustíveis em alta em ano eleitoral, o governo estuda um aumento provisório de R$ 200 no Auxílio Brasil, dobrar o vale-gás e distribuir voucher de até R$ 1.000 a caminhoneiros.

Na quinta feira ( 23 ), o presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou a lei que limita o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o diesel, a gasolina, a energia elétrica, as comunicações e os transportes coletivos. O imposto estadual representou 86% da arrecadação dos Estados em 2021, ou R$ 652 bilhões.

Post Anterior

Brasil tem 17 casos confirmados para a varíola dos macacos

Próximo Post

Governo do Tocantins garante recuperação da TO-164 em toda extensão entre Colmeia e Itaporã