0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 03/09/2020 17:13

Na manhã desta quinta-feira, 3, o Núcleo de Inteligência do Departamento  Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO)  flagrou uma mulher que tentou fraudar a avaliação em uma das etapas do processo para obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Durante a execução do exame Teórico-Técnico preliminar sobre Legislação de Trânsito, a candidata utilizou um aparelho celular, para se comunicar com outro indivíduo, enviando fotos do caderno de provas para receber auxilio na realização da avaliação.  

O fato ocorreu mesmo com o protocolo seguido pelo aplicador de provas do Detran-TO, que orienta todos os candidatos, antes do inicio da realização do exame, sobre as regras que devem ser seguidas para realizar a avaliação.

A candidata foi identificada e presa em flagrante pelo crime de fraude em avaliação ou exame público conforme prevê o Código Penal no artigo 311-A do capítulo cinco. A mulher foi encaminhada à central de flagrante da Polícia Civil, onde foi autuada. O crime prevê como pena a reclusão de um a quatro anos, e multa. 

Imagem Ilustrativa de realização de prova teórica. Foto: Reprodução Internet.
Post Anterior

Reforma administrativa proíbe progressões automáticas e abre caminho para fim da estabilidade

Próximo Post

Pedro Cardoso (DEM), lança pré-candidatura a vereador em Palmas

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *