0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 09/06/2022 06:44

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a dizer nesta quarta-feira (8) que pode descumprir decisões do Supremo Tribunal Federal. Segundo ele, isso “não é uma afronta”.

Durante evento com empresários no Rio de Janeiro, o presidente criticou mais uma vez a decisão do TSE que cassou o deputado Fernando Francischini, acusado de divulgar fake news sobre as eleições de 2018. Ontem, a Segunda Turma do STF derrubou uma liminar de Kassio Nunes Marques que anulava a perda do mandato de Francischini.

Bolsonaro também repetiu as críticas que fez ao presidente do TSE, Luiz Edson Fachin, por ele ter se reunido com embaixadores para discutir a segurança das eleições.

“Decisão do Supremo se cumpre, não se questiona? Eu sou o capitão. O que eu faço? Não vou cumprir. Isso não é afronta. Nunca vi o Alexandre de Moraes comprar pão. Vivem perseguindo, prendendo deputado federal. Cassando mandato de deputado. O atual presidente do TSE foi o que tirou o Lula na cadeia. Fachin se reuniu com embaixadores. O que ele fez? Me acusou. Pediu pra reconhecer o resultado. Só faltou dizer algo, que o eleito será Lula. Todos queremos eleições limpas e transparentes.”

Post Anterior

Flamengo perde para o Bragantino e vê crise aumentar

Próximo Post

Senado aprova MP que regulamenta venda direta de etanol a postos de combustíveis

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.