0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 27/07/2022 21:17

Passaram-se nove dias da apresentação de Jair Bolsonaro a dezenas de embaixadores na qual promoveu ataques, sem nenhuma prova, à credibilidade do processo eleitoral. Entretanto, foi apenas nesta quarta-feira (27) que o aliado do Planalto e presidente da Câmara, Arthur Lira (PP; foto), se pronunciou sobre o caso.

A declaração foi dada durante a convenção do PP que aprovou a coligação com o PL, de Bolsonaro, e o apoio à reeleição do presidente da República.

Apesar de dizer que confia no sistema eleitoral, Lira não mencionou a reunião da semana passada com os embaixadores.

“Eu queria só deixar um recado bem claro, óbvio. E quem me conhece de maneira transparente e reluzente, como a gente diz no Nordeste, a Câmara dos Deputados fala quando é necessário falar. Não quando querem obrigá-la a falar“, disse o presidente da Câmara.

Post Anterior

Bolsonaro diz não precisar de "cartinha" para defender a democracia

Próximo Post

União Brasil e MDB têm mais candidatos liderando nos Estados

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.