0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 23/06/2022 10:38

A defesa de Milton Ribeiro protocolou um habeas corpus no TRF-1 para tentar anular a ordem de prisão preventiva do ex-ministro. O pedido está nas mãos do desembargador Ney Bello, um dos cotados para o STJ.

Na peça, o escritório de Daniel Bialski pede que “seja reconhecida a ilegalidade” da preventiva, “ainda que para que seja ele mantido em prisão domiciliar até o exame acurado da ilegalidade apresentada”.

Como já noticiamos, Ribeiro está detido na PF em São Paulo e será ouvido por videoconferência em audiência de custódia, hoje à tarde.

Post Anterior

EXAME/IDEIA: LULA TEM 45%; BOLSONARO, 36%

Próximo Post

Bolsonaro e Alexandre Moraes conversam a portas fechadas em jantar oferecido por Lira

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.