0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 30/07/2022 19:54

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, declarou neste sábado (30) que a decisão sobre quem será o vice na sua chapa será tomada somente no dia 5 de agosto. A afirmação foi dada durante evento do partido em Porto Alegre (RS). A data citada pelo presidenciável é o limite para realização das convenções partidárias.

Segundo Ciro, a decisão foi postergada porque há “pessoas que estão pedindo isso fora do partido”. Ele citou legendas como União Brasil, PSD e PSDB.

O pedetista, porém, afirmou que não sabe se irá conseguir consolidar uma aliança com esses outros partidos. “Os escravistas não ajudam os abolicionistas. Isso é normal. Eu sou um abolicionista em terra de escravistas”, disse.

Ciro afirmou ainda que, caso seja eleito, irá pacificar o país. “Eu olho a eleição, mas olho o dia seguinte. [Se] Eleito, eu vou reconciliar o Brasil.”

Candidatura

Homologada no dia 20, a candidatura de Ciro Gomes foi a primeira entre os presidenciáveis a ser oficializada para a eleição deste ano.

Na ocasião, Ciro afirmou, em discurso, que gostaria de ter uma mulher na composição de sua chapa. “Adianto que, no que depender de mim, será uma mulher, porque sempre respeitei as mulheres e as tive sempre como companheiras inseparáveis na minha luta.”

Neste sábado, Ciro participou da convenção que oficializou o nome do ex-deputado Vieira da Cunha como candidato ao governo do Rio Grande do Sul.

Post Anterior

Casa Verde e Amarela entregou mais de 7,5 mil moradias em Tocantins

Próximo Post

Palmeiras vence o Ceará e dispara no Brasileirão

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.